Me(i)a Culpa

16abr07

Meus títulos já foram melhores. Tá que nem meu time, quase dez anos sem um título decente.

Vocês, leitores deste vergonhoso blogue, devem ter se assustado com o título deste texto. É verdade, eu preciso me desculpar. Assumo, baixo a cabeça, ponho o rabo entre as pernas e, humildemente, ajoelho-me a vossos pés. Explico.

Ultimamente, pode-se ver fácil, eu não tenho postado muito por aqui. Nem do jeito que eu queria. No último, até apelei para um vídeo. São os problemas por que passa um blogueiro-estudante-pseudo-trabalhador-canhoto. É, amigo, haja tempo pra escrever tudo o que eu queria. E sem pecê im ráuse, fica mais difícil ainda.

Outra teoria que os zoólogos estão desenvolvendo é que eu estou procurando tanto compromisso que este espacinho tão meu está se sentindo abandonado, jogado às traças. Sei quantas visitas ele tem por dia, e o número de comentários é pequeno se comparado com o de visitas. Acho que tem um cara que tá lendo tudo isso, traçando um perfil psico-sociológico meu e me persegue na rua. Tô saindo com um olho na nunca, porque nuca se sabe.

Compromissos, pois bem…blogais, vocês podem ver à sua direita, na seção “Eu também escrevo aqui”. Tem o Sonhos Póstumos, toda segunda, o da Turma do Cantão, quando me der na telha, e o Quatro do Cantão, também conhecido como “Cinema em Pauta”, com contribuições textuais mensais, além do podcast deste blogue, que gravaremos em breve. Fora os blogues dos amigos, que mal consigo ler, comentar, vocês percebem, né, colegas?

Não bastasse isso, tem o trabalho, os trabalhos de Comunicação Social, a vida social que também é bom ter, além do cinema para se ver, os livros para ler.

Tinha esquecido: dormir, beber, comer, mijar, cagar, tomar banho, toda a parte da “manutenção” que também é importante.

Prometo que vou me dedicar mais, me organizar, tanto que tenho uns textos à mão engatilhados para em breve.

Eu prometo que a categoria “Minha vidinha tão intressante” será menos intensa, porque isso não é um diário e por se tratar de um paradoxo.

E o comentário dá um maió rapoio, viram? Quero saber quem ainda lê estamerda.

Enquanto isso, vão ao Sonhos.

Anúncios


5 Responses to “Me(i)a Culpa”

  1. ahuahuahuahu até seus “desabafos” são bons rs..nem me fale… meu blog tbm anda abandonado ultimamente e a coluna de quinta quase extinta..Gostei dos sonhos…espero não acordar tão cedo desta utopia…opps tarde demais…

    Não acorda não… os Sonhos não terminam, a gente é que às vezes esquece isso.

  2. Já falei que eu amo o seu lay??? ._.

    Não. Poderia repetir?

    Eu estava pensando em mudar a foto? Que tu acha?

  3. Márcio!

    É tanta coisa pra fazer né…o dia teria que ser maior…não tem como dar conta de tudo…
    Eu já decidi que foi postar no meu 1 ou 2 vezes por semana (1 na verdade), quando na verdade queria postar muito mais…mas o tempo, cadê?
    O seu desabafo ficou mto bom! Aliás como tudo que vc escreve!
    Além de minhas obrigações habiuais, vc viu como anda a situação no mundo mágico da usp né…ai já viu..todo mundo com os nervos à flor da pele…ainda mais no meu curso…
    beijo querido!

    Uma vez por semana é o ideal. Mas nem disso eu tenho dado conta. Tempo, tempo, tempo! Ficou bom o desabafo, né? Quanto pior nossa condição, melhor saem os textos. Por isso os cearenses são os melhores humoristas do mundo. Já viu piadista suíço?
    É, a USP tá complicada… boa sorte por aí.

  4. Legal aquela revista, gostei… matérias interessantes!!! xD

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, vida sem tempo, post sem tempo, porém não perdeu qualidade, hehe…. Vida corrida…

    Quando der, sempre de uma postada por aqui 😉

    BjoSsS

    Sempre, sempre, pode deixar, estás lincada. Revista boa, né? Assinei!

  5. É…bem sei o q é falta de tempo, mas dei um jeito de nos finais de semana enxotar as traças do meu cantinho e colocar esse monte de idéias, q povoam minha cabeça, pra fora.
    Fui nos ‘Sonhos Póstumos’,…e onde está vc???
    Hello-ooowww…sinal de vida, mocinho!!!
    Beijo

    Perdão, Sam, mil vezes perdão! Não deu preu postar lá. Fica pra semana que vem. O texto já tá feito. Ia até postar hoje, mas ficaria chato, não iria combinar com o tema do meu texto. Segunda que vem, sem falta, lá hei de estar!

    Mas eu tô vivo ainda, ó [pegando sua mão e pondo no meu coração] Viu, ainda bate. Hei de viver ainda por muitos dias. Pois eu sou saudável! [batendo no peito], cof… cof [isso é a tosse], e não há ninguém no mundo que diga o contrário [caindo pra trás, dormindo, eu acho]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: