(ana)crônica

28maio07

Decidiu que dali para a frente tudo iria mudar. Não, já não era o mesmo, o bebezinho da mamãe não estava mais ali. Arrumou as malas e as idéias, conferiu o dinheiro, as chaves, as horas, tudo certo. Estava de saída.

Olhou o quarto a sua volta. Certamente pensou em quanto tempo havia passado entre aquelas quatro paredes. Lembrou cada momento marcante de sua vida. Os amigos, os parentes, a avó falecida, o gato que lá nasceu e ainda está lá, olhando para ele, pedindo afago. Tudo passado.

Foi dar uma última volta pela casa. Todos haviam saído. A escrivaninha do pai, a mesma de sempre, intacta, apesar do remendo na lateral. Fora um garoto agitado. “Sabe o quanto eu trabalho para você vir e fazer isso?!”, recordou. Quantas vezes não ouviu aquela frase do velho.

A cozinha, a mãe. Vinha à mente a imagem dela grávida, Dia das Mães, ele 7, 8 anos, com um embrulho que o pai comprara, o menino puxando o avental, a mãe fazendo o bolo em homenagem própria, o pai rindo da cena, deitado no sofá. Por que tudo precisava mudar?

No banheiro, lembrou-se dos irmãos mais novos. Ensinou-os a fazer ali o que faziam nas fraldas. Primeiro o irmão, depois a irmã. Foi ele o primeiro a ouvi-los falar, o primeiro a vê-los andar. Adorava os irmãos. Só que os ingratos inventaram de crescer.

Olhou para o espelho, a imagem refletida o encarou de volta. “Está um homem”, dizem as velhas vizinhas. Vieram recordações de outros tempos vendo-se no espelho, milhões de vezes havia se olhado no espelho. Pensando bem, aquele rosto era o mesmo. O mesmo olhar de criança, apesar dos pêlos e cabelos que crescem e caem. “Um homem”, riu-se em silêncio.

Esperanças, sonhos, medos, desejos, sim, era o mesmo de sempre. Em que momento da vida tinha esquecido tudo isso? O que importa é que finalmente se reencontrara. Jogou a mochila na cama, tirou o par de tênis, deitou e voltou a dormir, acompanhado pelo gato.

Anúncios


7 Responses to “(ana)crônica”

  1. huhuuu
    clap clap clap
    mandou bem
    tem post novo no meu blog
    bjux

    Não fala assim que eu sou capaz de acreditar.

  2. 2 lorrayne

    olá, queridinho!!!
    adorei o seu texto…
    beijinhus

    eu também, hahaha

  3. As vezes a gente só precisa de uma ligação do presente com o passado, para podermos lembrar do que realmente somos…. Inspirado numa frase de Bentinho do último capitulo de Dom Casmurro, ficou meio distorcido, mas foi em Bentinho que lembrei…. o.0
    Parabéns pelo texto!!!!
    Bjão =D

    Bentinho era legal, pena que era meio complexado

  4. 4 lorrayne

    bestão…
    eu tô postando aos poucos…
    quem sabe até o fim do ano consigo postar o editorial feito com aquele imbecil…
    hahaha
    ah, valeu por tem me correjedo…
    beijinhus

    Ok, ok, agora não adianta elogiar!
    Até 2009, quem sabe?
    Precisando de um corregedor, só me xamar.

  5. mto bommmmmmm
    hauahuahuahuha
    eu achando q era mó melação, e tchan tchan tchan tchan, aqle final (des) graçado!! hauhauhauahua
    quem sabe algum dia essa desgraçidade vira conragiosa!
    huahauhau
    bjoo e bom copos tristes

    Hein? “Conragiosa”? Não entendei. Mó melação.. sai pra lá! Não sou dessa turma não.

  6. Muito bom esse texto. Bom mesmo.
    Faz a gente pensar na vida…
    Lembranças.
    Eu sou dessas que, se pudesse, passaria o dia relembrando os momentos ons, ruins, marcantes, banais…
    Enfim… acho que voltei a postar. Logo, volto a visitar meus companheiros de blog.
    Um beijo.

    Poxa Laís, mó surpresa você comentar por aqui. Já te visito também, muito bom você voltar a postar.

  7. Momentos “ons”, pra quem não sabe, são aqueles lá, saca?!

    Sei, sei. Nem precisava falar, para bom entendedor, eia alavra asta

    Outra coisa: isso é hora de me visitar?!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: