Mas o dia

24mar09

Mas o dia - Márcio Garoni

– … mas você lembra de tanta coisa, como você consegue?

– Cultura inútil.

– Mesmo assim. Nem isso eu consigo.

Ficaram calados. Era a vez dele falar, mas nunca soube responder a elogios. Ainda mais a esse, tão estranho, que não cabe nem um “obrigado” que seja. Além disso, agradecer também não era seu forte.

Olhou o relógio. Cinco e meia, a tarde caía. Começou a pensar em como havia imaginado aquele dia, e comparou com o que realmente havia acontecido: quase nada. Respirou fundo.

– Que foi?

– Nada.

– Tavam dando amostras de um creme lá atrás. Sente esse – e deu a ele o braço esquerdo. Cheirou. – Ruim, né? Não gostei.

– É – fingiu uma careta. Concordaria com tudo que ela dissesse.

– Agora esse – deu o outro braço. – Bom, né?

– Hum. – Na verdade, mal conseguiu diferenciar um do outro.

Ficaram engraçados os dois ali, ela dando os braços para ele cheirar. Mas nem pensaram nisso, que lhes importava, concentrados que estavam naquela ação. Quando ela foi no ouvido dele:

– Você quer me pirar, né?

– Quero. Eternamente – sussurrou. – Pode ser?

– Sim. Principalmente o eternamente.

Anoitecia. A lua, crescente, se escondia entre as nuvens. A viagem chegava ao fim.

_______________________

O curta é Amor!, de José Roberto Torero, diretor bicampeão aqui.

Anúncios


6 Responses to “Mas o dia”

  1. 1 malluca

    lua crescente, viagem chegava ao fim, creme.
    tem alguma mensagem subliminar?
    huahauah

    adorei o “-Hm.”

    Várias mensagens.

  2. 2 n

    acho que ela não esperava muito um obrigado.
    acho que era uma lamentação como sempre… pessoas pessimistas costumam fazer isso.

    é chato, eu sei.
    nessas horas o melhor é falar “-Acontece…”

    Será?

  3. 3 ná-luca

    tu és eternamente responsável…

    essa é uma boa palavra. 🙂

    ???

  4. 4 gustavo

    http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL1056600-6174,00-JOVEM+DESENHA+PENIS+GIGANTE+NA+MANSAO+DOS+PAIS+PARA+APARECER+NO+GOOGLE+EART.html

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. hun.

    *lê de novo*

    hun.

    acho que eu não entendi.

    não é nenhuma novidade

  6. “principalmente o eternamente”

    que lindooooooo, querido!

    já falei que vc tem que escrever mais contos!

    beijos e beijos

    Hehe. De vez em quando eu acerto


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: