A Gordinha e o da Carroça

09maio10

A Gordinha atravessava a avenida na tarde ensolarada. Passou na frente do Homem que Levava a Carroça de Recicláveis.

Fascinado, ele secava com os olhos a mulher que, no vestidinho vermelho que realçava suas carnes, fingia não perceber.

No canteiro central, porém, começou a gostar dos olhares tarados que a lançava o Homem que Levava a Carroça. Pensava, Do lado de lá tem um homem que deseja se perder nessa imensidão de gostosura, descer a mão pelo vestido e descobrir o que poucos sabem: que aqui tem uma mulher irresistível, insaciável, fenomenal, um banquete de domingo disponível neste sábado de sol.

O Homem da Carroça percebeu que a Gordinha reparava nele, meio rabo-de-olho. Está gostando né, safada… Se eu fosse um desses magnatas com um carrão, podia ser até um carro normal, você não me escapava. Olha para cá de novo, iiisso, assim que eu gosto. E deu uma piscadela para ela.

Subiu um frio pela espinha da Gordinha. Que homem mais atrevido, piscando assim para mim, quem ele pensa que é? E o que ele pensa que eu sou? Na verdade, nunca tinham piscado assim para ela. Em um mundo que prefere a magreza, nunca um homem fora tão audacioso nos seus quase trinta gordos anos.

O da Carroça continuava olhando quando ela atravessou a avenida até o outro lado. Tinha até parado para apreciar a pintura, aproveitando para descansar, quando viu, já do lado de lá, a Gordinha virando para ele: ajeitou o vestido, mandou um beijo grande na palma da mão carnuda, sorriu e continuou sua caminhada, rebolando orgulhosa as ancas.

Anúncios


6 Responses to “A Gordinha e o da Carroça”

  1. E aí, ele chegou em casa, trancou-se no banheiro mantendo firma a lembrança da gordinha e… e… e… e… e…, ora, e fez xixi, deu a descarga, lavou as mãos e saiu.

    Bom conto.
    Abraço
    Cahe is a Blogger

    PS: Agora sim as teiras de aranha foram devidamente retiradas.

  2. oops… teiras? => TEIAS!

  3. Adorei, simplicidade e sensualidade em moldes diferentes do convencional! Sou sua fã. bjs

  4. Esse flerte é um flerte fatal…

  5. 5 La Y. O.

    As gordinhas ganharam o dia com esse conto, na verdade, todas q fogem do padrão de beleza.

  6. Adorei!!…mas afinal, isso foi inspirado numa observação real? Fiquei imaginando vc num ponto, esparando o ônibus, em Santos, e a cena acontecendo, e vc, curioso de plantão, atento. haha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: