falta

02mar15

os olhos apaixonados
dentes escancarando felicidades
o beijo que gabarita todo o corpo
já nem sei onde acaba tu
onde começa eu

noites e manhãs vadias
intensas inspirações
juras de amor ao pé do ouvido
as bocas se tocam
os olhos, bem abertos,
é como se também se beijassem

deixo cheiros e pelos pelos cantos
e memórias
e saudades
que o corpo carrega
e chora a falta

como você, dia desses
lembrando que nunca mais te fiz um poema
com amor

Anúncios


No Responses Yet to “falta”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: