cidade saudade

24mar15

para tami e lilian

noite dessas sonhei que estava na cidade
hospedado ali, onde estive a primeira vez
(não era ninguém)
me abriguei da chuva, me alimentei
revisitaria onírico, como holograma
e passaria na frente, viva visita
na cidade onde não mais vagava como fantasma

da penúltima vez
(antes do sonho)
quando de fato vivi ali
caí de amores e carinhos
caí de excesso de pudores
de pulares e beberes
de quereres
no peito, sentimento e vontade
a estrada, a chegada,
o reencontro com o rio e o sol
amizades de bar na 25
risos de centenárias cumplicidades
treme-treme, cerveja, acarajé
levanto e pago a próxima
e a gente volta de onde parou

fui amor
vivi as cidades, a ponte
descobri a poesia nos trilhos de lilian
a música nas cordas de tami
o humor nos sorrisos de gabi e cássio
vi companheirismo nos olhos de guto e leila 
e um universo em cada pessoa

noite negra,
bêbados de beira de rio
de riso solto nos aparelhos da praça
as duas malucas, maravilhosas e livres malucas
que me revelavam por ali, orgulhoso:
– são as melhores pessoas da cidade
trôpegas, caminhando no azul sem sair do lugar
rindo, rindo, gargalhando,
falando e falando alto
como se aquele dia nunca tivesse fim
e vocês ainda rodam,
dançam e rodam
numa noite fresca enluarada do recôncavo baiano

Anúncios


No Responses Yet to “cidade saudade”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: