Archive for abril, 2015

miopia

26abr15

volto viro a curva a vista turva


descuido

23abr15

é hoje me vejo não mudou tanto assim outro dia, lembra falamos sobre isso olho a foto caio em mim passaram anos os pelos provam as olheiras as vistas des gas ta das em plenos 27 de tanto olhar o monitor o celular distraidamente atento a cada instante a um momento repentino em que mais […]


o X de K.

22abr15

a poesia tem própria vida mesmo a poeta arrependida se inscreve nas paredes, independe de vontades nasce na madrugada e amanhece descoberta, clamando por atenção aos nossos pés, celebra o encontro e a despedida um até logo


desorizonte

11abr15

não tem horizonte nessa cidade fica difícil ver o sol muito menos a saída o entardecer alaranjado de concretos é outro prédio ali, já levantado que vi crescer eu também sou outro do alto do último andar da janela de mais de um ano mostrando o céu saio para longe desta vista limitada e que […]