Archive for maio, 2015

tardinha

27maio15

querendo devorar decifro-te a cada palavra sempre incerto de gestos simples língua desinteressada pretensa, cínica mil malabares nos desvelando fácil pela cidade sem pressa de chegar superlativo são joão minhocão caminhar é preciso pacientes passageiros do nada


trem

22maio15

tá tudo tão tranquilo que toda a gente perde a pressa e cede cessa