Archive for the ‘Minha vidinha tão interessante’ Category

Duas mulheres

09maio10

Este domingo é um dos dias mais importantes para mim. Neste 9 de maio eu comemoro a existência das duas mulheres mais importantes da minha vida. As duas são a minha felicidade, e me fazem falta quando não estão, do jeito que for. São quem eu procuro nas maiores alegrias e piores frustrações, em quem […]


……………………………………………….. …………………………………………………………………………………………………..? ……………         ……………………….                         ……………………………… ………………………………………………………………………………………………….. …………………………………………………………… …………………………………………………. ………………………………………….. ………….            …………………………………………………………………………………. ………………………………………………………………………………………….. *&#$@!!!!


EXT. BANCA DE JORNAL – MANHÃ Chega MÁRCIO, nosso protagonista, com uma revista na mão. Aparenta estar de bom humor, mas seu tom geral é sério. Aproxima-se do TIOZINHO DA BANCA e diz: MÁRCIO Bom dia, eu comprei ontem essa apostila, mas comprei errado, essa é ensino fundamental, a certa é ensino médio. TIOZINHO DA BANCA […]


Mon vingtième!

18mar08

Duas décadas de quedas É estranho comemorar 20 anos. freestockphotos Quando nasci, não pensei que fosse chegar a essa idade. Quando nasci, aliás, não pensei muita coisa. É fácil perceber que pouco mudou de lá para cá. Quero dizer que é diferente completar 20 anos. Deixar de ser teen (mas ainda sou Tim). Porque, se aos […]


Não sei se é daquelas sensações comuns a todas as crianças (afinal, nunca fui outra criança), mas às vezes eu achava que o mundo girava ao meu redor. Muito antes de Biguebróder, EdTV ou O Show de Truman. Silenciosamente, desconfiava de tudo o que o mundo teimava em me fazer aprender. Não era possível haver […]


Para mim, o Intercom -que lotou a Cidade com 4 mil pessoas, utilizando nossos ônibus, ocupando nossos shoppings e salas de cinema, sempre com aquela bolsinha estilosa nas costas- se resumiu ao domingo, dois de setembro, último dia do evento. Não foi (somente) por preguiça que eu não fui nos outros dias. Afinal, desde quarta-feira […]


Algumas merdas que acontecem são boas para pensarmos um pouquinho. Neste domigo, enquanto caía a noite, fazia frio lá fora, os gatos dormiam ou comiam, a tevê anunciava felicidades e tragédias em intervalos de segundos, já começava a bater aquela tristeza do amanhã-já-é-segunda, eu me arrependia de não ter feito nada da faculdade, neste domingo […]